ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional menu
A- A+

Fundação

Fundação

Desde a fundação da ADUFPel-SSind, os professores da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) têm passado por experiências diversas que acompanharam a conjuntura nacional de mudanças políticas, desde o declínio do regime militar até chegarmos ao período dito democrático. Foi final dos anos 70, ainda sobre o domínio dos governos militares, que a Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas (ADUFPel) foi fundada.

Após uma década, concluído o processo de abertura e promulgada a Constituição de 1988, a ADUFPel transformou-se em Seção Sindical do ANDES (o nosso Sindicato Nacional). Intensos debates marcaram esta época em torno do papel a ser cumprido por um sindicato, na defesa dos interesses dos docentes das universidades.

Nem mesmo a filiação do ANDES-SN a Central Única dos Trabalhadores (CUT), em 1989, ferramenta necessária para impulsionar as lutas em âmbito nacional, escaparam de duras críticas dos setores mais conservadores e, muitas vezes, dominantes nas várias instituições de ensino pelo país.

À época, não poupavam críticas ao nosso sindicato, acusando-o de atrelamento a partidos políticos ou mesmo de empreender lutas que fugiam aos interesses mais imediatistas ou corporativistas dos docentes.

Nossa bandeira sempre foi, e continua sendo, a defesa de um sindicato autônomo, democrático e ideologicamente comprometido com os interesses da classe trabalhadora.

Foi exatamente essa a motivação do início dos debates sobre a desfiliação do ANDES-SN da CUT, ocorridos entre os anos de 2002 e 2005, que culminaram com a aprovação, no Congresso de Curitiba, da ruptura com a Central que, àquela época, já mostrava sinais de alinhamento com setores empresariais e conservadores que haviam chegado ao poder, após muitos anos de luta em defesa de proposta progressista de interesse dos direitos dos trabalhadores. A partir desta análise, o ANDES-SN deliberou em seu 26º Congresso, realizado em Campina Grande-PB no ano de 2007, filiar-se a CSP-Conlutas (na época, chamada CONLUTAS).

De lá para cá, a luta sindical no Brasil tem sofrido uma série de ataques. Na luta dos professores universitários, assistimos a entrada em cena de um setor organizado na base do nosso sindicato, mas interessado na defesa dos projetos políticos no poder. Até mesmo o Registro Sindical do ANDES-SN junto ao Ministério do Trabalho e Emprego esteve suspenso, como forma de auxiliar na organização do braço sindical do governo na nossa categoria. Batalhas judiciais foram empreendidas, sempre acompanhadas por luta política até que, no mês de junho de 2014, em despacho definitivo, o STF decidiu considerar válida a tese de que o ANDES-SN é o legítimo representante dos docentes das instituições federais de ensino no Brasil. Muita luta temos pela frente em defesa do caráter público da educação, em resistência à franca pressão dos interesses de mercado, incluindo iniciativas de empresas multinacionais da área da educação. A ADUFPel é um espaço no qual os docentes podem se agregar e se organizar para defender seus direitos e interesses, desde condições de trabalho, questões salariais, estruturação da carreira, à autonomia universitária. Nossa seção sindical também é um espaço de socialização e cultura, com exposições artísticas na sede e parcerias na cidade que nos permitem divulgar a temática docente, ao mesmo tempo, que a diversificamos e enriquecemos com as contribuições de nossos colaboradores.

Nossa Bandeira

Nossas ações, professores(as), refletem nossa principal bandeira: a educação pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada. Nós Defendemos!