ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional
A- A+

Notícia

Docentes federais em greve realizam caravanas a Brasília dia 14 de junho

Para pressionar por avanços nas negociações com o governo, docentes federais em greve de todo o país realizam uma caravana a Brasília na próxima sexta-feira (14). Também serão realizadas atividades nas universidades, institutos federais e cefets. Até o momento, docentes de 62 Instituições Federais de Ensino estão em greve.

A reunião prevista para esta sexta (14) é resultado da intensificação da mobilização grevista, após a ocupação e vigília no Ministério de Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), no dia 3 de junho. O movimento também garantiu uma agenda de reunião do governo com as técnicas e os técnicos em educação em greve, que ocorreu nessa terça-feira (11).

“Em nosso entendimento, nossas “pendências” são todas as demandas apresentadas na última contraproposta do movimento entregue ao governo e que foram olimpicamente ignoradas na dita “proposta final” do governo, a exemplo dos índices de reposição salarial, recomposição das verbas para as universidades, institutos federais e CEFETs, reestruturação da carreira e o revogaço das normativas que atentam contra os direitos do(a)s trabalhadore(a)s do SPF”, ressalta o Comando Nacional de Greve (CNG) do ANDES-SN nº 66/2024.

O CNG ressalta que é fundamental a construção de uma grande mobilização, com a realização de uma grande manifestação na capital federal. “Nessa marcha, queremos demonstrar toda a força da nossa greve presente nas mais de 60 universidades paralisadas em nível nacional. O governo precisa sentir o grau de nossa indignação ao desrespeito apresentado ao longo das negociações. O engajamento de todos os Comandos Locais, seções sindicais, e demais membros da comunidade educacional federal é decisivo para o êxito dessa mobilização”, convoca o CNG do ANDES-SN.

Confira a atualização do Quadro de Greve

Leia também:
Governo mantém reajuste zero para TAEs em 2024 e avança em pautas não remuneratórias

Pressionado pela greve, governo anuncia R$ 5,5 bi para orçamento da Educação Federal

Mulheres e pessoas aposentadas serão as mais impactadas por reajuste 0% em 2024 imposto pelo governo federal

União tem recursos para reivindicação de docentes em greve, porém não prioriza a Educação

Em audiência no Senado, ANDES-SN cobra reabertura de negociação com docentes federais em greve

VITÓRIA! Docentes federais em greve ocupam MGI e conseguem agenda de negociações

Fonte: ANDES-SN

Veja Também

  • relacionada

    Em novembro, ANDES-SN realiza seminário e curso de formação sindical sobre os 60 anos do g...

  • relacionada

    CCJ do Senado adia análise do Marco Temporal para outubro

  • relacionada

    Lira atropela e reforma da reforma do Ensino Médio é aprovada na Câmara dos Deputados

  • relacionada

    Esquerda surpreende ao vencer eleições na França e freia ascensão da extrema direita

  • relacionada

    Confira o Caderno de Textos do 67º Conad do ANDES-SN

  • relacionada

    ANDES-SN defende, na Câmara dos Deputados, dispensa do registro nos Crefs para o exercício...

Newsletter

Deixe seu e-mail e receba novidades.