ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional menu
A- A+

Notícia

Pelotas terá campanha permanente contra o assédio e a violência sexual

?O Projeto de Lei (PL) que estabelece uma campanha permanente de conscientização contra o assédio e violência sexual em Pelotas, de autoria da vereadora Fernanda Miranda (PSol), foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores na manhã de hoje. 

Durante a sessão, as comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e de Orçamento e Finanças (COF) reuniram-se para analisar a matéria, apresentando pareceres favoráveis ao Projeto. Em seguida, os pareceres foram aprovados por unanimidade pelos vereadores. A votação favorável ao PL também se deu de forma unânime entre os parlamentares da Casa.

Para a vereadora Fernanda Miranda, as campanhas serão um importante mecanismo de combate a violência contra a mulher, já que nem todas as pessoas sabem da existência da legislação relacionada a estes crimes, e por isso é importante disseminar amplamente informações sobre os mecanismos de prevenção, denúncia e proteção às vítimas. A parlamentar citou a delegada titular da Delegacia da Mulher, Maria Angélica, que em entrevista ao Diário Popular pontuou a centralidade da educação na prevenção dos crimes contra a mulher, e colocou a aprovação do projeto como um marco histórico na Câmara de Vereadores de Pelotas em prol da luta das mulheres.

ANDES-SN na luta contra as opressões

Destacamos que, no âmbito do ANDES-SN, a luta contra as opressões está cada vez mais sendo fortalecida. O Sindicato Nacional conta com o Grupo de Trabalho de Políticas de  Classe, questões Étnicorraciais, Gênero e Diversidade Sexual (GTPCEGDS) que, no último ano, produziu uma campanha contra o assédio. Também foram lançados documentários, durante o último Congresso da categoria, que retratam as lutas de docentes militantes do movimento feminista, LGBT e do movimento negro. Outra publicação do GTPCEGDS é a cartilha intitulada “Contra todas as formas de assédio, em defesa dos direitos das mulheres, das/os indígenas, das/os negras/os, e das/os LGBT”. Ainda no ano de 2017, ocorreu o primeiro Seminário integrado do GTPCEGDS, sediado pela ADUFPel-SSind. Para conferir as discussões levantadas pelo evento, acesse:  

Seminário aborda Políticas Públicas para LGBTs e combate às opressões nas IES

Debate sobre gênero, raça e classe marca abertura de Seminário Integrado do GTPCGEDS

Feminismo Trans e Negro são destaque no III Seminário de Mulheres do ANDES-SN

Seminário do ANDES-SN aprofundou debate sobre gênero, raça e diversidade sexual

Fonte: Assessoria ADUFPel

Foto: Assessoria ADUFPel

Veja Também

  • relacionada

    Servidores fazem ato em defesa dos serviços públicos e pela data-base

  • relacionada

    Emenda Constitucional 95 aumenta precarização de campi afastados

  • relacionada

    Nota da diretoria do ANDES-SN em apoio à comunidade da UFMT exigindo nomeação de reitor

  • relacionada

    Expediente durante a Copa do Mundo

  • relacionada

    Construção do Hospital Escola da UFPel é debatida em audiência pública

  • relacionada

    As consequências da Emenda Constitucional 95/2016 na UFPel