ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional
A- A+

Not��cia

VIII Jornada Universitária em Apoio a Reforma Agrária acontece até 6 de outubro

Desde o dia 24 de agosto acontece, em formato virtual, a VIII Jornada Universitária em Apoio a Reforma Agrária (JURA). A atividade, que encerra-se no dia 6 de outubro, é direcionada a educadores de escolas da Zona Sul do estado e tem como tema “Paulo Freire: Como pensar a educação popular e as novas relações campo e cidade”. 

A JURA constitui-se como um projeto de extensão que tem como objetivo ser um espaço de reflexão e debate acerca da reforma agrária, bem como suas interrelações com a educação popular e com o legado de Paulo Freire para a ampliação do debate social. 

Assim como em outras edições, ela é articulada por diferentes instituições e movimentos sociais, como a UFPel, a UCPel, os campi Pelotas e Jaguarão do IFSul, a Unipampa, a EFASUL, o Colégio Municipal Pelotense, a Escola Estadual Adão Preto e o Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). 

A Jornada compreende um cronograma de atividades que incluem lives de mesas redondas, atividades culturais, palestras, ação de formação de professoras e professores e oficinas direcionadas a estudantes de Ensino Fundamental e Médio das escolas da região. Parte da programação é transmitida pelo canal no YouTube do Instituto Mário Alves (IMA), parceiro da ADUFPel.

Neste ano, mais de 40 universidades brasileiras realizam o evento reconhecido pelo comprometimento com questões agrárias e violência no campo, tendo como marco os 25 anos do Massacre de Eldorado de Carajás e o legado do educador Paulo Freire. 

De acordo com Alessandra Gasparotto, docente do Curso de História da UFPel e integrante da coordenação do evento, as jornadas universitárias, organizadas anualmente em diversas instituições de ensino do país, têm por objetivo discutir temáticas vinculadas à reforma agrária em uma perspectiva popular. 

“Todos os anos, os movimentos sociais do campo, especialmente o MST, elegem algumas pautas prioritárias e desenvolvem atividades. Este ano, um dos eixos centrais da jura é justamente a questão do Centenário do Paulo Freire e pensar na importância do pensamento e o legado dele na perspectiva da construção de uma educação popular e transformadora. A nossa ideia é desenvolver atividades que possam discutir temáticas vinculadas ao legado de Freire e a sua importância para pensar a reforma agrária popular”, apontou.  

Programação

01/09 a 29/09 - Desenvolvimento de projetos de educação popular nas escolas pelos educadores e educadoras participantes

30/09 - 9h - 2º encontro: Socialização das experiências realizadas nas escolas

Atividade de formação para educadores/as que atuam nas escolas do Território Zona Sul do RS: Paulo Freire: como pensar a Educação Popular e as novas relações campo e cidade?

Ações da Campanha de Plantio de Árvores: “Plantemos a resistência: contra o genocídio e os despejos!”

24/08 a 6/10 - Realização de Oficinas em escolas de Educação Básica da região

“Quem foi Paulo Freire e por que ele é o patrono da educação brasileira?” (PIBID História/UFPel)

“Por que é importante lembrar dos 25 anos do massacre de Eldorado de Carajás?” (PIBID História/UFPel)

“Agroecologia: o que defendemos?” (EFASUL) 

6/10 - 19h - Live de encerramento: Jornada em Defesa da Reforma Agrária Rio Grande do Sul - Centenário de Paulo Freire: quais as experiências de Educação Popular no RS?

Profa. Dra. Carla Crivellaro (Educação do Campo/ Licenciatura/UNIPAMPA - Dom Pedrito/ RS)

Profa. Dra. Patrícia Lovatto (LEdoC/ FURG - São Lourenço do Sul/RS)

Prof. Dr. Emerson Neves da Silva (NIPEAS/UFFS)

Prof. Dr. Antonio Marcos Teixeira Dalmolin (LEdoC/FACED/UFRGS)

Profa. Dra. Vania Grim Thies (FAE/UFPel)


Assessoria ADUFPel

Veja Também

  • relacionada

    Expediente ADUFPel 1 e 2 de novembro

  • relacionada

    GTSSA da ADUFPel convida para encontro em novembro para discutir aposentadoria

  • relacionada

    Mesmo com cortes, ministro da Educação anuncia a "criação" de institutos e universidades

  • relacionada

    Agenda 2022 da ADUFPel já está disponível para docentes

  • relacionada

    GTPE da ADUFPel volta a se reunir nesta quarta-feira (27)

  • relacionada

    Arquitetura Hostil e exclusão nas cidades pautam podcast da semana

Newsletter

Deixe seu e-mail e receba novidades.