ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional
A- A+

Notí­cia

Em notas, docentes apoiam greve dos servidores estaduais e repudiam repressão do governo

Em Assembleia Geral ocorrida no dia 27 de novembro, docentes da UFPel e do IFSul-CaVG, além de deliberar indicativo pelo estado de greve a partir do começo de 2020, também manifestaram apoio irrestrito à greve dos servidores públicos estaduais do setor da educação.


Duas notas foram aprovadas pela categoria: uma de apoio à greve dos servidores estaduais e da escola pública e uma de repúdio à truculência do governo estadual na repressão aos servidores durante o ato do dia 26 de novembro, em Porto Alegre. Confira abaixo: 




NOTA DE APOIO À GREVE DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RS


Docentes da Universidade Federal de Pelotas e Instituto Federal Sul Riograndense – Câmpus CaVG, reunidos em assembleia geral extraordinária, no dia 27 de novembro corrente, manifestam seu apoio irrestrito à greve dos servidores públicos estaduais do setor da educação.


O CPERS – Sindicato representa mais de 80 mil trabalhadores (as), entre professores(as), funcionários(as) de escola e especialistas da rede estadual de todo o Rio Grande do Sul. Após uma série de ataques do governo estadual, dentre os quais o repetido atraso e parcelamento de salários, aposentadorias e pensões sem reajustes, o magistério estadual e demais funcionários encontram-se em greve desde o dia 18 de novembro último, em função do projeto do governo Eduardo Leite que ataca o plano de carreira dos trabalhadores em educação e retira direitos conquistados ao longo da história de luta do CPERS. O governador Eduardo Leite está alinhado com o governo do ultradireitista Bolsonaro e promove um ataque desumano contra todos os servidores públicos do RS.


Desse modo, compreendemos com legítima a luta dos trabalhadores e trabalhadoras do estado do RS e nos colocamos lado a lado nesta trincheira.


Em defesa da educação pública e dos direitos dos trabalhadores!

Essa luta é nossa!

Contra o pacote de reformas de Eduardo Leite (RS)!

Contra a política de desmonte do estado brasileiro! Contra o governo Bolsonaro! 

                                       

Assembleia dos Docentes da UFPel e do IF Sul Riograndense – CaVG



NOTA DE REPÚDIO À AÇÃO TRUCULENTA DO GOVERNO DO ESTADO CONTRA OS (AS) PROFESSORES (AS) DO RS


No último dia 26 de novembro, mais de 20 mil professore(a)s do Rio Grande do Sul, em greve desde o dia 18/11, foram atacados(as) brutalmente pela tropa de choque da Brigada Militar, autorizada pelo governo de Eduardo Leite (PSDB).


A repressão violenta tem sido a prática de governos na perspectiva da implantação da agenda de austeridade, atacando servidore(a)s, desmontando os serviços públicos e retirando direitos, historicamente conquistados pela classe trabalhadora.

 

Desse modo, repudiamos a arbitrariedade e a violência estatal utilizadas para combater uma greve legítima. 


Em defesa da educação pública e dos direitos dos trabalhadores!

Essa luta é nossa!

Contra o pacote de reformas de Eduardo Leite (RS)!

Contra a política de desmonte do estado brasileiro! Contra o governo Bolsonaro!

                                                             

Assembleia dos Docentes da UFPel e do IF Sul Riograndense – CaVG


Veja Também

  • relacionada

    Eduardo Leite apresenta nova proposta de Plano de Carreira do Magistério

  • relacionada

    Abertura do Seminário Regional de Comunicação do ANDES-SN acontece nesta sexta (13)

  • relacionada

    Desmonte do Código Ambiental gaúcho é aprovado na Assembleia

  • relacionada

    Vigiar professores é ilegal, diz Conselho Estadual de Educação

  • relacionada

    Especial estado de greve: docentes fortalecem luta em defesa da educação pública

  • relacionada

    Reunião dos Setores do ANDES-SN aprova estado de greve para o início de 2020

Newsletter

Deixe seu e-mail e receba novidades.