ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional menu
A- A+

Notícia

Em Pelotas, docentes aderem ao Dia Nacional de Lutas nesta quinta (14)

No dia 14 (quinta-feira), acontece o Dia Nacional de Lutas e Paralisação em Defesa dos Serviços Públicos e Contra a Reforma da Previdência. Em todo o país ocorrerão atos, manifestações e protestos contra a retirada de direitos. A mobilização foi indicada na reunião do Setor das Instituições Federais de Ensino (Ifes) do ANDES-SN e aprovada pela Coordenação Nacional da CSP-Conlutas.

 

Em Pelotas, entidades dos movimentos sindical e social chamam para diversas atividades. Docentes da UFPel e do IFSul-CAVG participarão, às 12h, de ato em frente à Justiça Eleitoral (Av. Ferreira Viana, 1159), contra a extinção de 72 zonas eleitorais em 16 capitais do Brasil, que foi definida em março deste ano após a aprovação de alterações na Resolução nº 23.422/2014 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Às 16h, seguem para um “abraço” no Hospital Escola da UFPel em apoio aos servidores do local, que trabalham com dificuldade diante dos poucos recursos. O Dia de Lutas encerra-se às 17h com ato público unificado, que sairá da esquina do Banrisul, rua Andrade Neves com Floriano Peixoto.

 

A categoria docente, conforme deliberação de Assembleia Geral, estará paralisada participando das atividades, que têm como foco a revogação da Contrarreforma da Previdência e a defesa dos direitos sociais.

 

Trabalhadores unem-se contra a retirada de direitos

Além do ANDES-SN, a Fasubra e o Sinasefe – entidades sindicais do setor da educação federal – também incorporaram a data em seus calendários. Ainda no dia 14, metalúrgicas/os de todo o país preparam uma forte resistência nas ruas e nas fábricas para barrar os ataques do governo federal.

 

Além de lutar contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016 - da contrarreforma da Previdência - e o Programa de Desligamento Voluntário (PDV), as/os trabalhadoras/es da iniciativa pública e privada exigem também a revogação das leis da Reforma Trabalhista e da Terceirização, e da Emenda Constitucional (EC) 95/16 – a qual congela os gastos públicos por 20 anos -, que têm impactado duramente as universidades e institutos federais de ensino.

 

Diretoria da ADUFPel-SSind divulga atividades

Amanhã (13), a diretoria da ADUFPel-SSind estará presente na Rádio Pelotense (620 AM), a partir das 11h15, e no programa Conexão UCPel da Rádio Universidade (1.160 AM), às 15h, para divulgação das atividades que compõem o Dia de Lutas. No dia 14, às 9h, também participarão do programa Contraponto da RádioCom (104.5 FM) com demais trabalhadores e trabalhadoras em luta.

 

SERVIÇO

Dia Nacional de Lutas (14/09)

12h - Ato na Justiça Eleitoral

16h - Abraço no Hospital Escola

17h - Ato público unificado

 

Assessoria ADUFPel

 

Veja Também

  • relacionada

    13º salário é conquista da luta dos trabalhadores brasileiros

  • relacionada

    SP-Conlutas reafirma luta contra a reforma da Previdência e elege nova SEN

  • relacionada

    Greve da Fasubra completa 32 dias

  • relacionada

    Mobilização consegue que Projeto de Lei da Escola sem Partido seja arquivado no Senado

  • relacionada

    MTST completa 20 anos de resistência e luta pelo direito à moradia

  • relacionada

    Centrais Sindicais afirmam que pararão o Brasil na votação da Reforma da Previdência