ADUFPEL - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas

Logo e Menu de Navegação

Andes Sindicato Nacional
A- A+

Notí­cia

Novo cálculo para aposentadoria começou a valer a partir de 31 de dezembro

O cálculo das aposentadorias por tempo de contribuição mudou no último do ano. A partir de 31 de dezembro, a fórmula conhecida como 85/95 aumentou um ponto e passou para 86/96. A alteração está prevista na lei 13.183/2015, resultante da Medida Provisória 676/15, que alterou as regras para aposentadoria. A lei fez parte do pacote de ajustes fiscais promovidos pelo governo Dilma. O ANDES-SN se posicionou contrário à medida, pois entende que ela representa um ataque ao direito à aposentadoria, em especial daqueles trabalhadores que ingressaram no mercado de trabalho mais cedo, situação de grande parte da classe trabalhadora brasileira.

De acordo com a fórmula 85/95, para ter direito à aposentadoria, a soma da idade e do tempo de contribuição teria que ser 85 anos para mulheres e 95 para homens. Pelas regras, o tempo de contribuição das mulheres era de 30 anos e o dos homens, 35 anos. Isso significa, por exemplo, que uma mulher que tenha trabalhado por 30 anos, precisaria ter pelo menos 55 anos de idade para se aposentar. A partir de 31 de dezembro, a mesma soma precisará alcançar 86 e 96. Desse modo, para se aposentar, uma mulher que tenha contribuído por 30 anos deverá ter 56 anos.

Conforme fixado na lei 13.183/2015, a fórmula será aumentada gradualmente, a cada dois anos, até 2026. A partir de 31 de dezembro de 2020, passará a ser 87/97; de 31 de dezembro de 2022, 88/98; de 31 de dezembro de 2024, 89/99; e, em 31 de dezembro de 2026 chegará à soma final de 90/100.

* com informações da Agência Brasil. Imagem: reprodução.


Fonte: ANDES-SN

Veja Também

  • relacionada

    Belém recebe 38º Congresso do ANDES-SN

  • relacionada

    MEC muda critério de escolha de reitores e ataca autonomia universitária

  • relacionada

    ADUFPel obtém liminar que garante adicionais ocupacionais para docentes

  • relacionada

    Testemunhas apontam ex-policial do Bope como assassino de Marielle Franco

  • relacionada

    Orçamento de capital da UFPel cai quase 90% nos últimos seis anos

  • relacionada

    Centrais sindicais convocam trabalhadores para lutar contra a Reforma da Previdência

Newsletter

Deixe seu e-mail e receba novidades.